Zé Raimundo
Zé Raimundo

Piripá: Reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Água da Embasa é iniciada

Ler mais
Melhorar o abastecimento de água era um anseio dos moradores do município de Piripá. Na última segunda-feira (10), as obras que vão garantir a tranquilidade hídrica das famílias residentes no bairro Califórnia e da parte alta da cidade, foram iniciadas. As ...

Mais de 40 municípios participam de oficina sobre Agricultura Familiar em Vitória da Conquista

Ler mais
A Bahia é o estado do Brasil com maior número de agricultores familiares. Mais de 4 milhões de pessoas compõem esta estatística. E, na manhã deste sábado (8), centenas de lideranças comunitárias, sindicais, prefeitos, vereadores e representantes de ...

Guajeru: Zé Raimundo e Waldenor marcam presença na inauguração do Colégio Municipal

Ler mais
  O prefeito Gil Rocha entregou ontem (30) o novo Colégio Municipal de Guajeru, ampliado e reformado. Os deputados Zé Raimundo (estadual) e Waldenor Pereira (federal) marcaram presença na inauguração. A ampliação do Colégio foi iniciada em janeiro, um ...

Mercado Municipal de Carnes é entregue em Piripá

Ler mais
Muito aguardado pela população, foi inaugurado na última quinta-feira (22) o Mercado Municipal de Carnes de Piripá. O equipamento é resultado de um convênio entre o Governo do Estado e a prefeitura do município, um investimento no valor R$ 400 mil reais. A ...
Farmácia Popular encerra atividades em Vitória da Conquista
5/7/2017 | Por: Da Redação

A partir de amanhã (6) os moradores de Vitória da Conquista e região não poderão mais contar com a unidade da Rede Própria do Programa Farmácia Popular do Brasil, que funcionou, até esta quarta-feira (5), na Praça Vitor Brito, centro da cidade. 

A informação do encerramento das atividades foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, no site da página da Prefeitura Municipal e amplamente divulgada pelos blogs da cidade. 

Criado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o programa Farmácia Popular completou 13 anos em 2017. Pela primeira vez, a população teve acesso a 125 medicamentos oferecidos gratuitamente ou com desconto de 90% nos preços em uma rede própria de farmácias. 43 milhões de brasileiros foram beneficiados durante este período. 

Mas será o fim de todas as Farmácias Populares em todo o Brasil. Em junho deste ano, o governo Temer anunciou o fechamento de todas as unidades do programa Farmácia Popular até o final de agosto de 2017. 
Além de dificultar o acesso da população, principalmente a mais pobre, aos medicamentos, o governo Temer também deixa de garantir um dos direitos fundamentais do cidadão brasileiro: o direito à saúde com acesso universal e igualitário.

As unidades da rede privada conveniadas ao "Aqui tem Farmácia Popular", um braço do programa, no entanto, continuarão funcionando. Elas oferecem, porém, um número menor de medicamentos.

Em sua justificativa, o governo federal disse que está fechando as farmácias a fim de “cortar gastos” com as estruturas próprias e destinar o orçamento apenas aos medicamentos priorizando as redes conveniadas.

 

Compartilhe
Iniciativa de apoio à agricultura familiar tem adesão de 388 municípios baianos
28/6/2017 | Por: Secom BA

Em 17 Territórios de Identidade da Bahia, 388 municípios aderiram ao Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (Semaf), iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) em parceria com as prefeituras municipais para fortalecer a agricultura familiar no estado. 

O Semaf é um serviço do município para atendimento direto aos agricultores familiares baianos, onde serão ofertados serviços como assistência técnica e extensão rural (ATER), regularização fundiária e estruturação produtiva de assentamentos rurais, disponibilização de insumos produtivos (Garantia-Safra, água para produção, distribuição de mudas e sementes), implantação de infraestrutura rural (habitação e equipamento público), além do apoio à comercialização e implantação de agroindústrias familiares.

O SEMAF atua de forma integrada ao Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), unidade da SDR, nos Territórios de Identidade do estado. O objetivo é a implantação, execução e gestão de políticas públicas, programas, projetos e ações, com foco na promoção do desenvolvimento rural sustentável e solidário. 

Compartilhe
Bahia é segundo estado em volume de investimentos entre janeiro e abril
21/6/2017 | Por: Secom BA

A Bahia registrou, no primeiro quadrimestre de 2017, o segundo maior volume de investimentos entre os estados em termos absolutos. Com R$ 723 milhões destinados a obras e ações na capital e no interior, o estado fica atrás apenas de São Paulo neste quesito. No que diz respeito à evolução do montante investido em comparação com igual período do ano passado, o governo baiano, com crescimento de 10,2%, superou o paulista, que registrou 7,6%. Os dados foram apresentados nesta terça-feira (20) pelo secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, durante audiência pública na Assembleia Legislativa (Alba).

Em 2016, a Bahia já havia sido responsável pelo maior investimento do país como proporção da despesa, o que constitui um importante estímulo para a economia baiana no cenário atual. “A ampliação dos investimentos contribui para o enfrentamento da crise ao promover a geração de emprego e renda na capital e no interior”, lembrou Manoel Vitório.

Equilíbrio fiscal

O secretário enfatizou que a Bahia vem se mantendo em equilíbrio fiscal mesmo diante da recessão prolongada, o que assegura a capacidade para investir. Resultado da contenção de gastos e do esforço do fisco estadual para incrementar a arrecadação própria, o equilíbrio vem permitindo também que o Estado continue pagando rigorosamente em dia os salários dos servidores, honrando os compromissos com fornecedores e mantendo a dívida sob controle.

Compartilhe
Vergonha de ser brasileiro bate recorde com Temer
2/5/2017 | Por: Brasil 247

Uma nova pesquisa Datafolha revela: nunca houve tanta gente com vergonha de ser brasileiro.

São 34% os que se sentem envergonhados, uma parcela que é hoje quase o quádruplo do seu menor resultado, 9%, no final de 2010.

Os que se sentem mais orgulhosos que envergonhados são 63%, também a menor taxa da série histórica iniciada em março de 2000.

No domingo, o Datafolha também deu número ao que a insatisfação nas ruas já demonstrava: 85% dos brasileiros querem Temer longe do Planalto e a convocação de diretas-já.

As informações são de reportagem da Folha de S.Paulo.

Compartilhe
Efeito-greve: votação da reforma previdenciária deve ser adiada
2/5/2017 | Por: Brasil 247

Maio começa com duas notas tristes, mas com uma promessa consistente e animadora: a resistência ao golpe e aos retrocessos vai aumentar e as votações desta semana da reforma previdenciária devem ser adiadas. No Norte, onde a luta pela terra segue derramando sangue, houve mais um ataque selvagem de brancos armados contra índios deserdados. Em seu auto-exílio no Sul, morreu Belchior, que traduziu em sua obra poética e musical a busca dos jovens que encontraram o sinal fechado nos anos 7 e abriram as portas da democracia nos 80. O sinal está novamente fechado mas os atos do Primeiro de Maio, depois da greve geral de sexta-feira, 28, mostraram uma nova unidade no sindicalismo. A Marcha sobre Brasília foi planejada e da base governista vêm os primeiros vacilos em relação à reforma previdenciária rejeitada por 71% dos brasileiros, segundo o Datafolha.

Por mais que o governo tenha minimizado a greve, ela mostrou a quem quis ver a grande contrariedade social com as reformas em curso. Ajudou a encher os atos de hoje pelo Primeiro de Maio, que tiveram como ponto de unidade um manifesto assinado pelas seis principais centrais sindicais.

Nesta terça-feira, o governo planejava encerrar a discussão do relatório substitutivo da reforma previdenciária na comissão especial, presidida pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS). A votação começaria na quarta para terminar na quinta-feira. Este cronograma dificilmente será cumprido, depois da greve geral, do Primeiro de Maio e da repercussão altamente negativa da aprovação da reforma trabalhista. Marun quer manter o tema em pauta, mas tanto o relator, Arthur Maia (PPS-BA), quando alguns líderes da coalizão governista acham que não há clima. Maia sustenta, em sintonia com o Planalto, que novas mudanças estão descartadas mas tem dito que acha melhor distanciar a votação destes últimos acontecimentos nefastos para o governo, que incluem o aumento da rejeição ao presidente captado pela pesquisa Datafolha. O governo já não contará com partidos dissidentes como o PSDB e o Solidariedade. Líderes de outras s siglas, como PTB, PR, PHS e similares vão chegarão a Brasília esta semana defendendo o adiamento da votação.

Compartilhe
Rui anuncia 3 mil bolsas para professores: "valorização do trabalho"
2/5/2017 | Por: Secom BA

O governador Rui Costa anunciou nesta segunda-feira (1º), Dia do Trabalhador, que os professores interessados na 'Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe’ já podem procurar a unidade de ensino onde atuam para formalizar o pedido. A solicitação também pode ser feita no SAC Educação ou nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE). São oferecidas três mil bolsas para professores efetivos da rede estadual que exercem atividades nos ensinos fundamental e médio e que já completaram as exigências para a aposentadoria voluntária. 

"É uma ação de valorização a esse importante trabalho desempenhado pelos professores em sala de aula. Esperamos que a experiência desses professores impulsione ainda mais a transformação das nossas escolas, contribuindo para a construção de futuro promissor dos jovens baianos”, comentou Rui em seu perfil oficial no Twitter (@costa_rui).

As bolsas são de R$ 800 e R$ 1,6 mil para os professores com carga horária de 20 e 40 horas, respectivamente. Além de ter completado as exigências para a aposentadoria, é necessário estar lotado em uma unidade escolar e ter optado por permanecer em efetiva regência de classe. 

Compartilhe
Ipsos: Lula é o político mais aprovado do Brasil
26/4/2017 | Por: Brasil 247

Levantamento do Instituto Ipsos divulgado nesta quarta-feira, 26, confirma o que dois outros institutos de pesquisas já haviam cravado: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o político mais aprovado do País. 

Apesar do massacre midiático liderado pela Globo e da caçada judicial da operação Lava Jato, Lula aparece em primeiro lugar em aprovação, com 34% da preferência do eleitor. Em segundo lugar vem a ex-senadora Marina Silva (Rede), com 24%. 

 Em terceiro aparece o senador José Serra (PSDB), com 18% de aprovação, seguido pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e pelo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ambos com 14%. O presidenciável do PDT Ciro Gomes vem na quinta colocação, com 11%. 

Compartilhe
Alba Canal Assembléia
23/12/2015 O que se esconde atrás do ódio ao PT? Por: Leonardo Boff
Waldenor Deputado Federal

Zé Raimundo ® todos os direitos reservados.
Este site foi desenvolvido pela 2Pontos Agência Digital